AVC isquêmico como consequência da COVID-19?

Princípios

  • Adultos com menos de 50 anos de idade com infecção prévia assintomática por COVID-19 apresentam maior risco de AVC isquêmico.

Por que isso importa

  • O AVC isquêmico é uma complicação conhecida da COVID-19. No entanto, não se sabe se um indivíduo precisa ter COVID-19 sintomática para estar em risco de AVC isquêmico.

  • Os médicos devem estar cientes das complicações sérias e de longo prazo da COVID-19 sintomática e assintomática à medida que a pandemia continua.