Delirium de início agudo na COVID-19 grave e associações com micropoluentes de origem alimentar

Leia este artigo em inglês

Princípios

  • Um subconjunto de pacientes com coronavírus 19 (COVID-19) está em risco para um tipo específico de delirium associado ao reparação cerebral incompleta e a estilo de vida prévio a infecção.

Por que isso importa

  • Análises de neuroimagem e do líquido cefalorraquidiano (LCR) em pacientes com COVID-19 que necessitaram de ventilação revelaram lesão cerebral grave e perfis inflamatórios. No entanto, sua fisiopatologia e interação são pouco compreendidas.

  • A ligação entre lesão cerebral, delirium e micropoluentes de origem alimentar na COVID-19 pode eventualmente revelar informações sobre a influência de estilo de vida pré-infecção nos resultados e adicionar mais informações sobre os mecanismos fisiopatológicos do vírus.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.