Associação entre polimorfismos de nucleotídeo único e a doença de Alzheimer

Princípios

  • Foram identificados polimorfismos de nucleotídeo único (PNUs) que se relacionam ao declínio cognitivo de modo que não pode ser explicado pelos níveis de β-amiloide (Aβ) ou tau, indicando uma percepção sobre a complexidade da patogênese da doença de Alzheimer (DA).

Por que isso importa

  • A DA é uma doença altamente complexa com mecanismos multifatoriais. Compreender os mecanismos patogênicos que são comuns e distintos à patogênese típica da DA é importante para o desenvolvimento de estratégias de tratamento

  • Os achados deste estudo corroboram a literatura crescente sobre o papel da glutationa na patogênese da DA e podem fornecer novas estratégias de tratamento para a DA, como agentes antioxidantes, para indivíduos com PNUs identificados.