Benefícios da triagem em recém-nascidos para AME apresentados em um programa-piloto

Os resultados de um programa-piloto de triagem de recém-nascidos para atrofia muscular espinhal (AME) em todo o estado da Geórgia foram apresentados na ICNA/CNS [16th International Child Neurology Congress & 49th Annual Child Neurology Society Meeting 2020 (16º Congresso Internacional de Neurologia Infantil e 49º Encontro Anual da Sociedade de Neurologia Infantil)].

A Dra. Kathryn Elkins da Universidade Emory (Emory University) em Atlanta, Geórgia, EUA, liderou um estudo que investigou os desfechos em bebês com AME detectados pelo programa de triagem de recém-nascidos na Geórgia (lançado como piloto em fevereiro de 2019).

No primeiro ano, de um total de 170 mil bebês nascidos vivos e que passaram por triagem, catorze foram considerados positivos para AME – uma incidência de um a cada 12.142 nascimentos.

A Dra. Elkins informou que: