Benefícios da triagem em recém-nascidos para AME apresentados em um programa-piloto

Os resultados de um programa-piloto de triagem de recém-nascidos para atrofia muscular espinhal (AME) em todo o estado da Geórgia foram apresentados na ICNA/CNS [16th International Child Neurology Congress & 49th Annual Child Neurology Society Meeting 2020 (16º Congresso Internacional de Neurologia Infantil e 49º Encontro Anual da Sociedade de Neurologia Infantil)].

A Dra. Kathryn Elkins da Universidade Emory (Emory University) em Atlanta, Geórgia, EUA, liderou um estudo que investigou os desfechos em bebês com AME detectados pelo programa de triagem de recém-nascidos na Geórgia (lançado como piloto em fevereiro de 2019).

No primeiro ano, de um total de 170 mil bebês nascidos vivos e que passaram por triagem, catorze foram considerados positivos para AME – uma incidência de um a cada 12.142 nascimentos.

A Dra. Elkins informou que:

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.