Redes cerebrais subjacentes aos espasmos infantis associados ao complexo de esclerose tuberosa

Princípios

  • A conectividade entre a localização dos tubérculos e os globos pálidos bilaterais está associada a espasmos infantis em crianças com complexo de esclerose tuberosa (CET).

Por que isso importa

  • Estudos explorando correlatos neurais subjacentes de espasmos infantis em crianças com CET (transtorno neurogenético) produziram resultados inconsistentes. Como tal, pesquisas recentes estão focando no mapeamento lesão-rede (lesion-network mapping, LNM) para identificar redes associadas candidatas.

  • A associação de espasmos infantis ligados ao CET com redes cerebrais específicas pode orientar planos de tratamento futuros, potencialmente melhorando os desfechos dos pacientes. No entanto, é necessária uma pesquisa mais aprofundada para maior compreensão da patologia subjacente a essas localizações neurais.