Acúmulo de micro-hemorragias no cérebro na doença de Alzheimer hereditária

Leia este artigo em inglês

Princípios

  • As micro-hemorragias cerebrais (cerebral microhemorrhages, CMHs) fazem parte do processo patológico subjacente na doença de Alzheimer predominantemente hereditária (dominantly inherited Alzheimer’s disease, DIAD) e estão significativamente associadas à demência.

Por que isso importa

  • As CMHs são normalmente observadas em idosos, mas é difícil identificar a etiologia nesse grupo, pois os pacientes costumam apresentar patologias mistas. Dessa maneira, pode ser útil investigar as CMHs em uma coorte mais jovem e em risco, como a de pacientes que apresentam DIAD.

  • A função das CMHs na DIAD pode ser um marcador de imagem importante para o risco de doença e pode influenciar as opções de tratamento, bem como sua seleção em estudos clínicos para essa condição específica. No entanto, estudos adicionais são necessários para uma maior clareza.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.