Níveis do neurofilamento de cadeia leve no líquido cefalorraquidiano como biomarcadores de desfechos em encefalites

Princípios

  • Níveis mais elevados do neurofilamento de cadeia leve no líquido cefalorraquidiano (LCR-NfL) estão associados a piores desfechos de longo prazo na encefalite antirreceptor de N-metil-d-aspartato (anti-NMDARE), mas não se correlacionam aos desfechos de curto prazo; dano neuro-axonal identificado por níveis elevados de LCR-NfL corrobora a imunoterapia agressiva precoce para possivelmente prevenir lesões adicionais e evitar desfechos adversos secundários.

Por que isso importa

    Os níveis de LCR-NfL mostraram ser indicativos de danos axonais e são um biomarcador emergente em doenças neuro-inflamatórias do sistema nervoso central, mas sua contribuição na anti-NMDARE não é bem compreendida; biomarcadores da atividade da doença ajudarão a orientar as decisões de tratamento.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.