Atualização das diretrizes da prática clínica para cirurgia citorredutora em glioblastoma recém-diagnosticado

Princípios

  • A análise da literatura recente continua a validar a amplitude máxima de ressecção preservando a função neurológica em pacientes com glioblastoma recém-diagnosticado.

Por que isso importa

  • A ressecção cirúrgica é uma abordagem comum para o tratamento de glioblastoma recém-diagnosticado, em associação com outras modalidades de tratamento.

  • A cirurgia citorredutora possibilita uma ressecção cirúrgica com segurança máxima e, ao mesmo tempo, preserva a função neurológica pré-operatória.

  • O aumento da amplitude de ressecção prolongou a sobrevida dos pacientes e levou à investigação da ressecção supramáxima ou supratotal. Essa atualização também analisará o papel das técnicas avançadas de orientação intraoperatória para maximizar a amplitude da ressecção segura.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.