Investigação da relevância clínica da placa Aβ com granulação grossa

Especialistas relataram que uma nova placa Aβ “com granulação grossa” é mais frequente nos casos de início precoce e está fortemente associada com alterações neuroinflamatórias e vasculares.

Os pesquisadores de centros em Amsterdã e Leiden, Holanda, e de Bonn, Alemanha, haviam descrito anteriormente o novo tipo de placa, denominada placa de granulação grossa. Para avaliar sua relevância clínica, eles usaram uma abordagem semiquantitativa para investigar sua presença no córtex frontal de casos positivos para patologia Aβ: