Doença do coronavírus 2019 em indivíduos com neuromielite óptica e transtornos associados

Princípios

  • Indivíduos com doença do espectro da neuromielite óptica (NMOSD) ou doença associada ao anticorpo contra glicoproteína da mielina de oligodendrócitos (myelin oligodendrocyte glycoprotein antibody-associated disease, MOGAD) devem continuar usando imunossupressores para prevenir recidivas graves. Recomenda-se a prática de medidas de proteção individual para reduzir o risco de infecções por doença do coronavírus 2019 (COVID-19).

Por que isso importa

    Há poucas informações sobre como a COVID-19 afeta indivíduos com quadros clínicos neurológicos preexistentes, como NMOSD ou MOGAD. Quase todos os indivíduos com NMOSD são tratados com terapias imunossupressoras, que podem alterar a gravidade da infecção por coronavírus. Os resultados deste estudo aumentam a compreensão de como indivíduos com NMOSD ou MOGAD podem ser afetados por uma infecção por COVID-19.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.