Déficits na rotação mental de mãos e pés e a associação com cognição na síndrome da dor regional complexa

Princípios

  • Indivíduos com síndrome da dor regional complexa (SDRC) e dor nos membros superiores apresentaram tempos de resposta mais longos para reconhecer a lateralidade das mãos, em comparação com os pés, ao passo que aqueles com dor nos membros inferiores apresentaram tempos de resposta mais longos para os pés, em comparação com as mãos. Além disso, o aumento nos tempos de resposta para condições de rotação específicas foi correlacionado com a deterioração das características socioemocionais.

Por que isso importa

    O distúrbio de dor crônica SDRC pode levar a um esquema corporal comprometido e a déficits na rotação mental da imagem de uma parte do corpo na tarefa de reconhecimento de lateralidade do membro (limb laterality recognition task, LLRT). Até o momento, estudos não investigaram completamente o desempenho de indivíduos com dores em membros superiores ou inferiores na rotação mental de imagens de mãos e pés.