Cefaleia tardia provocada por álcool

Princípios

  • As características clínicas da Cefaleia tardia provocada por álcool (delayed alcohol-induced headache, DAIH) incluem uma apresentação tipicamente bilateral com intensidade moderada, predominância frontal e caracterizada como pressão.

Por que isso importa

  • Os estudos que definem o fenótipo DAIH e seus mecanismos subjacentes são escassos, embora a inibição do hormônio antidiurético e atividade neurotransmissora relacionada tenha sido postulada, causando um possível mimetismo de cefaleia por hipotensão liquórica ou da migrânea.

  • A veisalgia e a DAIH associada são graves o bastante para afetar as atividades de vida diária, mas pouco se sabe sobre estratégias de controle além da interrupção do consumo de álcool. Uma visão mais profunda sobre o fenótipo e seus processos pode apoiar o desenvolvimento futuro dessas estratégias e também pode ser útil na migrânea e cefaleia por hipotensão liquórica devido a semelhanças observadas.