neurodiem-image

Indivíduos com enxaqueca apresentam alterações na suscetibilidade à COVID-19?

Novos dados sugerem que a enxaqueca está associada a uma maior incidência de COVID-19 e maior frequência de sintomas de COVID-19, mas menor utilização de serviços de saúde.

Na AHS 2021, o Dr. Robert Shapiro da Faculdade de Medicina Larner da Universidade de Vermont (Larner College of Medicine, University of Vermont), em Burlington, em Vermont, nos EUA, apresentou em primeira mão as descobertas do estudo. Primeiramente ele citou pesquisas anteriores sugerindo que: