Donanemabe reduz as placas amiloides em pacientes com DA

Os pesquisadores afirmam que a terapia com anticorpos monoclonais pode reduzir as placas amiloides em pacientes com doença de Alzheimer (DA), sem evidência de novo acúmulo após a retirada do tratamento.

O acúmulo de peptídeo amiloide-β nas placas amiloides é uma característica da DA, e a redução do acúmulo de Aβ poderia retardar a progressão da doença. Donanemabe é um anticorpo monoclonal que tem como alvo um epítopo Aβ presente apenas em placas amiloides maduras do cérebro.

A capacidade do donanemabe de reduzir as placas amiloides foi avaliada em um estudo randomizado, controlado por placebo (TRAILBLAZER-ALZ). Donanemabe foi administrado mensalmente em uma dose de 700 mg durante os primeiros 3 meses e 1.400 mg depois disso.