Alterações cerebrais precoces observadas após o início da EM

Pesquisadores em Londres identificaram alterações cerebrais precoces não detectáveis com RM convencional em pacientes recém diagnosticados com esclerose múltipla (EM).

Apresentando-se no MSVirtual2020, a Dra. Sara Collorone, da Faculdade da Universidade de Londres (University College London), Reino Unido, declarou que compreender melhor as alterações microestruturais e metabólicas no tecido cerebral normal de pacientes com EM precoce poderia disponibilizar informações valiosas sobre a fisiopatologia da doença.

A Dra. Collorone e colegas usaram duas técnicas avançadas de RM para encontrar alterações clinicamente relevantes nos cérebros de pacientes com EM precoce e achados normais na RM convencional.

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.