A educação e o volume intracraniano afetam diferencialmente as trajetórias cognitivas e a mortalidade na doença de Alzheimer

Princípios

  • A reserva cognitiva e a reserva cerebral influenciam de forma diferente a trajetória cognitiva da doença de Alzheimer, mas ambos os fatores protegem contra a mortalidade.

Por que isso importa

  • Atualmente, pouco se sabe sobre a relação entre o nível educacional e volume intracraniano e a trajetória da demência; este estudo exclusivo avaliou o impacto das reservas cognitiva e cerebral em uma amostra positiva para β-amiloide da clínica de memória.

  • Os achados podem facilitar a precisão prognóstica na prática clínica com base no nível educacional de um indivíduo e no volume intracraniano avaliado pela imagem por ressonância magnética.