Avaliando as limitações funcionais e dos padrões de alta em pacientes com COVID-19

Princípios

  • O status funcional é um forte preditor do destino após a alta hospitalar de pacientes internados com COVID-19: pacientes mais velhos, com comorbidades e que passaram mais tempo sob cuidados hospitalares têm maior probabilidade de serem encaminhados para um centro de reabilitação.

Por que isso importa

    A COVID-19 apresenta um amplo espectro de gravidade, variando de casos assintomáticos a casos de alta morbidade ou fatais. A compreensão dos desfechos funcionais após cuidados hospitalares devido a COVID-19 ainda é incipiente. No entanto, é evidente que a COVID-19 pode ter impactos significativos e crônicos no status funcional e na saúde, incluindo disfunção orgânica residual, fraqueza, disfunção motora e exacerbação de comorbidades. Uma reabilitação eficaz é fundamental para melhores desfechos após tratamento agudo da COVID-19.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.