Estudo de acompanhamento destaca as principais consequências cognitivas e comportamentais da infecção por COVID-19

A infecção por COVID-19 está associada a problemas cognitivos e comportamentais significativos em pacientes dois meses após a alta hospitalar, e estes persistem parcialmente na fase pós-COVID aos 10 meses, de acordo com novas descobertas apresentadas na conferência virtual EAN 2021.

Especialistas de centros em Milão, na Itália, estudaram 59 pacientes com infecção por COVID-19 confirmada, usando avaliação neuropsicológica abrangente e RM cerebral.