Glucarpidase permite a administração ambulatorial de dose alta de metotrexato durante a pandemia da COVID-19

Apresentando dados preliminares na SNO 2020, pesquisadores mostraram que a glucarpidase permite a administração ambulatorial de metotrexato em dose alta (high-dose methotrexate, HD-MTX) em pacientes com linfoma do Sistema Nervoso Central (SNC).

“Pacientes com linfoma do SNC que recebem HD-MTX de primeira linha necessitam de hospitalização para monitoramento e hidratação agressiva para evitar toxicidade”, disse a Dra. Lauren Schaff do Centro de Tratamento de Câncer Memorial Sloan Kettering (Memorial Sloan Kettering Cancer Center) em Nova York, Nova York, nos EUA. No entanto, isso pode ser impossível durante a pandemia da COVID-19. “Quando a incidência local da COVID-19 é alta, os recursos hospitalares são limitados e há um esforço para limitar o contato do paciente com o sistema de saúde”, disse ela.