Uma nova pesquisa sugere que a cefaleia pode ser um marcador de sintomas persistentes da COVID-19

Em pacientes hospitalizados por COVID-19, novos dados sugerem que a cefaleia nova ou agravada pode ser um marcador de sequelas agudas pós-COVID-19 (post-acute sequelae of COVID-19, PASC).

De acordo com a Dra. Teshamae Monteith e colegas da Universidade de Miami em Miami, Flórida, EUA, “a cefaleia é um sintoma comum de COVID-19 aguda e PASC”. “No entanto, a evolução clínica e os fatores associados permanecem desconhecidos.”