Diazepam em altas doses e discinesias em encefalite por anticorpo antirreceptor NMDA

Princípios

  • O tratamento com diazepam enteral em dose alta melhorou a gravidade da discinesia em pacientes com encefalite automune por antirreceptor NMDA (NMDAr), sem efeitos colaterais significativos.

Por que isso importa

  • A discinesia é um sintoma comum da encefalite NMDAr (doença autoimune, causada por anticorpos IgG contra a subunidade NR1 do receptor de NMDA) para a qual não há tratamento padrão; no entanto, o diazepam tem sido usado para tratar outros distúrbios do movimento e é geralmente bem tolerado, levando os pesquisadores a avaliar sua eficácia nesta coorte de pacientes.

  • A eficácia e a segurança do diazepam na discinesia ligada à encefalite NMDAr constituem um ponto de partida confiável para outros estudos para confirmar esses achados e avaliar seus efeitos de longo prazo nesta coorte de pacientes.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.