Como podemos melhorar o tempo até o diagnóstico da DA de início precoce?

Novos dados sugerem que existe um atraso diagnóstico substancial em pessoas com doença de Alzheimer (DA) de início precoce, incluindo atrasos no encaminhamento e na análise de biomarcadores do LCR.

Na conferência virtual da EAN 2021, pesquisadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (Norwegian University of Science and Technology) e do Nord-Trondelag Hospital Trust, em Trondheim, na Noruega, apresentaram descobertas do maior estudo desse tipo, investigando atrasos no diagnóstico de DA em pacientes com menos de 65 anos de idade.