Hiperglicemia associada ao aumento do risco de crises epilépticas na encefalopatia neonatal

Especialistas relataram uma forte associação entre hiperglicemia e clusters de crises epilépticas confirmadas por EEG em recém-nascidos com encefalopatia hipóxica-isquêmica (hypoxic-ischemic encephalopathy, HIE) tratados com hipotermia terapêutica.

Apresentando-se na conferência virtual ICNA/CNS 2020, o Dr. Carlos Ivan Salazar do Hospital for Sick Children em Toronto, no Canadá, observou que crises epilépticas ocorrem em quase um terço dos bebês com HIE tratados com hipotermia.

A hipoglicemia e a hiperglicemia são comuns em bebês com HIE e foram associadas em pesquisas anteriores com piores desfechos no neurodesenvolvimento, embora relativamente pouco se saiba sobre sua relação temporal com crises epilépticas neonatais.

Para investigar, o Dr. Salazar e colegas realizaram um estudo de coorte prospectiva de 46 recém-nascidos (idade pela data da última menstruação de 36 semanas ou mais) com HIE tratados com hipotermia terapêutica. Isso envolveu monitoramento contínuo da glicemia e EEG de amplitude integrada/EEG contínuo nos primeiros 3 dias após o nascimento.

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.