A atividade epileptiforme ictal e interictal durante o sono está associada à interrupção do mesmo

Princípios

  • A maioria das crises epilépticas relacionadas ao sono foram seguidas por microdespertares e despertares em indivíduos com epilepsia fármaco resistente.

Por que isso importa

    Estar ciente dos efeitos da atividade epileptiforme durante o sono é o primeiro passo para melhorar a qualidade do sono do paciente e, dessa forma, impactar positivamente no controle de suas crises e no funcionamento diurno.