Identificação de crises precoces e tardias pós-AVC

Novos achados apresentados na AES 2021 sugerem que pode haver diferenças nos padrões iniciais de EEG que podem ajudar a identificar pacientes que desenvolvem crises precoces e tardias pós-AVC.

Cerca de 10% dos pacientes de AVC desenvolverão crises epilépticas, sendo as crises pós-AVC mais comuns nas primeiras duas semanas após o evento (e especialmente nas primeiras 24 horas). As crises tardias pós-AVC, que ocorrem após duas semanas, são menos comuns, embora tenham uma maior taxa de recorrência.