Impacto dos polimorfismos do F2R nos resultados do tratamento com clopidogrel para AVC agudo

Princípios

  • O clopidogrel, um inibidor da P2Y12, combinado com aspirina no tratamento do acidente vascular cerebral (AVC) agudo e ataque isquêmico transitório (AIT) está associado a um risco reduzido de AVC em indivíduos carreadores de um alelo T no polimorfismo do gene F2R dos receptores ativados por protease-1 (protease-activated receptor-1, PAR-1), F2R IVSn -14.

Por que isso importa

    Através de testes genéticos, os médicos podem ser capazes de detectar indivíduos que serão beneficiados pela terapia combinada de clopidogrel e aspirina, após AVC isquêmico agudo ou AIT.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.