Monitoramento cardíaco implantável versus monitoramento convencional após AVC criptogênico

Leia este artigo em inglês

Princípios

  • O monitoramento cardíaco implantável (Implantable cardiac monitoring, ICM) foi independentemente associado à maior probabilidade de detecção de fibrilação atrial paroxística (FAP) e início de anticoagulação após AVC isquêmico criptogênico (cryptogenic ischemic stroke, CIS) ou ataque isquêmico transitório (AIT) e foi associado a um risco mais baixo de recorrência de AVC.

Por que isso importa

    Há poucos dados disponíveis sobre a triagem ideal ou utilidade do ICM para detecção de FAP após CIS ou AIT. Compreender a eficácia do ICM pode ajudar a melhorar os desfechos dos pacientes.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.