Tumores intracranianos na era da COVID-19: como a pandemia mudou o tratamento do paciente

Um estudo prospectivo no Reino Unido apresentou novas percepções sobre como a pandemia da COVID-19 afetou o tratamento de pacientes com tumores intracranianos.

“A pandemia da COVID-19 afetou profundamente os serviços contra o câncer”, de acordo com o Dr. Daniel Fountain da Universidade de Manchester (University of Manchester), em Manchester, no Reino Unido. “Nosso objetivo foi determinar o efeito da pandemia da COVID-19 na tomada de decisões e os resultados para pacientes com tumores intracranianos recém-diagnosticados ou recidivantes.”