Investigação de não reperfusão microvascular após trombectomia bem-sucedida

Princípios

  • Regiões de não reperfusão microvascular (“no-reflow”), apesar da reperfusão macrovascular completa a montante, são comuns e estão associadas a um risco aumentado de complicações, dependência e morte.

Por que isso importa

  • Apesar da reperfusão angiográfica oportuna e completa após trombectomia em oclusões de grandes vasos, um número significativo de pacientes apresenta desfechos funcionais ruins.

  • É possível que uma reperfusão microvascular incompleta – regiões de “no-reflow” – possa contribuir para desfechos ruins; no entanto, apesar de boas evidências pré-clínicas, a existência do “no-reflow” e seus possíveis efeitos em humanos permanecem controversos.