É possível prever a recuperação individual pós-AVC no estágio inicial?

Princípios

  • Análises computacionais da conectividade cerebral podem ser usadas para prever o processo de recuperação nos estágios iniciais pós-AVC, estratificar pacientes para terapia de precisão e orientar estudos clínicos de novos tratamentos personalizados.

Por que isso importa

  • O processo de recuperação e os desfechos em pacientes com AVC variam e são difíceis de prever, o que representa um desafio em termos de tratamento e reabilitação.

  • Este estudo fornece evidências importantes para a utilidade de abordagens computacionais na previsão de trajetórias de recuperação pós-AVC em pacientes individuais, que podem ser usadas para estratificar os pacientes em diferentes grupos de recuperação e, potencialmente, desenvolver tratamentos personalizados.