Estudo abrangente avalia o uso de inibidores da colinesterase

O uso de inibidores da colinesterase está associado a benefícios cognitivos modestos, mas que persistem ao longo do tempo, de acordo com os novos achados de um grande estudo baseado registro.

Pesquisadores do Karolinska University Hospital e do Karolinska Institutet, em Huddinge, Suécia, analisaram dados longitudinais do Registro de Demência Sueca (Swedish Dementia Registry) para investigar se os inibidores da colinesterase estão associados ao menor declínio cognitivo na DA e a um risco reduzido de demência grave ou morte.

A população do estudo compreendeu 11.652 pacientes com DA que iniciaram uso de um inibidor de colinesterase até três meses após serem diagnosticados com demência e 5.826 pacientes não tratados correspondentes.

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.