neurodiem-image

Dose baixa de radiação inferior à dose padrão de radiação em crianças com meduloblastoma

Um estudo do Grupo de Oncologia Infantil (Children’s Oncology Group, COG) avaliou o impacto da radioterapia de baixa dose em crianças com meduloblastoma.

A terapia padrão para pacientes com meduloblastoma com > 3 anos de idade consiste em radiação crânio-espinhal (craniospinal radiotherapy, CSRT) mais quimioterapia. No entanto, essa abordagem está associada a um declínio neurocognitivo relacionado à radiação e a uma qualidade de vida insatisfatória.

O estudo do COG foi realizado em parte para determinar se doses mais baixas de CSRT reduziriam o declínio neurocognitivo sem comprometer a sobrevida livre de eventos (SLE) e a sobrevida global (SG).

Um total de 226 pacientes com 3 a 7 anos de idade foi randomizado para CSRT de dose baixa (18,0 Gy) ou CSRT de dose padrão (23,4 Gy). Em uma análise post-hoc, também foi avaliado o impacto do subtipo molecular (WNT, SHH, grupo 3 ou grupo 4) nos resultados de sobrevida.