A autoimunidade materna pode predispor as crianças ao transtorno obsessivo-compulsivo e tique

Pesquisadores na Austrália mostraram que transtorno de tique e o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) na infância podem estar ligados à autoimunidade e inflamação materna.

“Pesquisas epidemiológicas, modelos animais e estudos clínicos iniciais corroboram um papel da ativação imunológica materna na etiologia de distúrbios do neurodesenvolvimento”, disse a Dra. Hannah Jones da Universidade de Sydney [University of Sydney] em Sydney, Austrália, que apresentou novos achados de estudo na ICNA/CNS 2020.

O estudo foi um estudo clínico prospectivo de caso-controle, desenhado para avaliar a prevalência de doença autoimune e outras condições pró-inflamatórias em mães de crianças com tique/TOC.

Os pesquisadores avaliaram o histórico médico materno em 200 crianças com tique/TOC, 100 crianças com outras condições neurológicas autoimunes (controles positivos) e 100 crianças sadias (controles negativos). Eles identificaram que:

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.