Uso abusivo de medicações e carga de cefaleia

Princípios

  • Aproximadamente dois terços dos entrevistados do estudo de epidemiologia e resultados da enxaqueca crônica (Chronic Migraine Epidemiology and Outcomes, CaMEO) com uso excessivo de medicação (UEM) não atenderam aos critérios para cefaleia por abuso de analgésicos (CAA), relatando menos de quinze dias de cefaleia por mês (monthly headache days, MHDs).

Por que isso importa

  • A CAA pressupõe uma ligação causal entre o uso excessivo de medicação e a cefaleia, ao passo que o UEM se refere ao uso de medicações específicas ≥ 10 dias por mês ou ≥ 15 dias por mês para analgésicos simples. Desse modo, alguns indivíduos com UEM podem não atender aos critérios de dias de cefaleia para a CAA.

  • A incidência de UEM e características clínicas associadas em pacientes com enxaqueca destaca a necessidade de planos abrangentes de controle da enxaqueca que incluam melhores opções de tratamento agudo e técnicas não farmacológicas, com instruções adequadas ao paciente.