Imagem molecular usada para diferenciar angiopatia amiloide cerebral e doença de Alzheimer

Leia este artigo em inglês

Princípios

  • A tomografia computadorizada por emissão de pósitrons (Positron Emission Tomography, PET-CT) com [18F]FDG pode ter utilidade diagnóstica na diferenciação entre angiopatia amiloide cerebral (AAC) e doença de Alzheimer (DA) geral e pré-clínica, em particular em pacientes com PET amiloide positiva.

Por que isso importa

  • A AAC é cada vez mais encontrada na rotina neurológica diária, mas um diagnóstico definitivo de AAC requer uma análise post-mortem completa.

  • Um estudo semelhante foi conduzido recentemente usando PET com o composto B de Pittsburgh marcado com 11C na fase inicial para distinguir AAC e DA prováveis, com base em diferenças histopatológicas e topográficas de neuroimagem conhecidas entre esses dois distúrbios.

  • No entanto, a PET amiloide não está amplamente disponível, portanto, este estudo buscou uma alternativa mais clinicamente disponível.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.