A imagem de dispersão de orientação e densidade de neuritos detecta alterações hipocampais na epilepsia de lobo temporal

Princípios

  • As métricas da imagem por ressonância magnética por difusão identificam alterações nas microestruturas hipocampais na epilepsia de lobo temporal.

Por que isso importa

  • A detecção de alterações hipocampais na epilepsia de lobo temporal é um estágio fundamental no diagnóstico e na tomada de decisão terapêutica; as técnicas de imagem por ressonância magnética por difusão são uma ferramenta promissora na avaliação de alterações microestruturais, mas seu uso não é validado.

  • Este é o primeiro estudo a focar em hipocampos segmentados por imagem por ressonância magnética de pessoas com epilepsia de lobo temporal com e sem esclerose hipocampal em amostras pós-cirúrgicas. Os achados aprofundam nossa compreensão da microestrutura do hipocampo in situ e corroboram o uso dessas técnicas de imagem na prática clínica.