Taxa de neutrófilos e influência do sexo na sobrevida em indivíduos com esclerose lateral amiotrófica

Leia este artigo em inglês

Princípios

  • Na contagem de neutrófilos, níveis basais elevados estão associados a uma sobrevida mais curta em participantes do sexo feminino com esclerose lateral amiotrófica (ELA).

Por que isso importa

  • Os mecanismos fisiopatológicos da ELA não são totalmente compreendidos; no entanto, o sistema imunológico é conhecido por desempenhar vários papéis, tanto na exacerbação quanto na redução dos sintomas e, portanto, atualmente é um alvo terapêutico.

  • O tempo de sobrevida mais curto em pacientes do sexo feminino com ELA sugere que a interação entre a imunidade e o sexo nessa condição deve ser considerada ao desenvolver terapias direcionadas para ELA; no entanto, estudos adicionais são necessários para validação.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.