Recuperação não linear da função executiva de crianças após lesão cerebral traumática

Princípios

  • Crianças com todas as gravidades de lesão cerebral traumática têm função executiva comprometida persistindo por até três anos após a lesão.

Por que isso importa

    Este é o primeiro estudo de recuperação longitudinal de lesão cerebral traumática em crianças com foco na função executiva, a qual desempenha um papel fundamental no sucesso escolar e social. Os achados revelam que a recuperação da função executiva muda ao longo do tempo e nem sempre é linear, sugerindo a necessidade de avaliações repetidas ao longo de vários anos que permitiriam intervenções individuais.