Abordagens não farmacológicas para epilepsia fármaco-resistente pediátrica

Princípios

  • Este estudo retrospectivo de epilepsia fármaco-resistente (EFR) pediátrica mostrou que o tratamento associado de dieta cetogênica (ketogenic diet, KD) e estimulação do nervo vago (vagus nerve stimulation, VNS) resultou em redução contínua da frequência de crises ao longo do tempo.

Por que isso importa

  • O impacto da EFR, onde os medicamentos antiepilépticos (antiepileptic drugs, AEDs) não conseguem controlar as crises epilépticas, é alto e foi associada a múltiplas comorbidades que levam à uma qualidade de vida ruim.

  • Estudos mostraram que tanto a dieta cetogênica quanto VNS são separadamente eficazes no tratamento de pessoas com EFR; no entanto, os mecanismos de ação ou um possível efeito associativo entre KD e VNS não são claros.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.