O que há de novo no tratamento das encefalopatias epilépticas?

Resumo da palestra proferida pelo Dra. Kette Valente no Congresso Brasileiro de Neurologia

As encefalopatias epilépticas, e/ou do desenvolvimento, caracterizam-se por formas farmacorresistentes de epilepsia nas quais a atividade epileptiforme e as crises epilépticas levam à parada e/ou regressão do desenvolvimento neuropsicomotor, além do que seria esperado pela etiologia de base.