O estresse paterno no início da vida afeta a maturação cerebral na prole

Princípios

  • Há uma associação entre o estresse paterno cumulativo no início da vida (early life stress, ELS) e a maturação da substância branca (SB) na prole.

Por que isso importa

  • Estudos recentes em animais correlacionaram a exposição paterna ao estresse no início da vida com desfechos na próxima geração e presume-se que a herança epigenética através da linhagem germinativa masculina é um mecanismo para isto. No entanto, nenhum estudo ainda testou essa hipótese em humanos.

  • A associação do ELS paterno com a maturação da SB pode afetar a pesquisa sobre marcadores preditivos e de suscetibilidade para transtornos neuropsiquiátricos pediátricos e adultos e distúrbios neurológicos em que a conectividade da SB desempenha um papel.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.