Avaliação do desempenho da UMSARS

Pesquisadores identificaram possíveis efeitos chão e teto com o uso da escala unificada de avaliação da atrofia de múltiplos sistemas (unified multiple system atrophy rating scale, UMSARS), que poderiam ter implicações importantes para o planejamento de ensaios clínicos.

O Dr. Miguel Pérez, da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova York (NYU School of Medicine) em Nova York, EUA, declarou que estudos anteriores indicaram uma ampla variabilidade na progressão da doença, conforme medido pela UMSARS: taxas informadas, de um ano, variaram de 3,9 a 6,5 na UMSARS-I, e de 3,6 a 8,2 na UMSARS-II.

O Dr. Pérez e colegas levantaram a hipótese de que essa variabilidade poderia ocorrer em virtude de diferenças na gravidade no momento do recrutamento e um possível efeito teto na escala de classificação: o agravamento pode parecer menor em pacientes em estágios mais avançados.

A Ology Medical Education é uma fornecedora global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A Ology Medical Education não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a Ology Medical Education recomenda que deva ser feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da Ology Medical Education ou do patrocinador. A Ology Medical Education não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.