Atividade física e o risco de demência em adultos mais velhos

Princípios

  • A atividade física foi associada à redução do risco de demência em adultos mais velhos na Coreia. Mesmo uma quantidade pequena de atividade física de intensidade leve por semana resultou em redução significativa do risco de demência.

Por que isso importa

  • A atividade física protege contra doenças vasculares, doenças não vasculares e morte. Dessa forma, as diretrizes recomendam 500–999 minutos equivalentes metabólicos (metabolic equivalent minutes, MET-minute) por semana em adultos mais velhos.

  • É possível que a atividade física também possa prevenir a demência; no entanto, os achados até o momento foram diversos. É necessário um grande estudo da associação entre diferentes níveis de atividade física e a incidência de demência.