Biomarcadores plasmáticos na doença de Alzheimer precoce

Princípios

  • Uma combinação de biomarcadores plasmáticos β-amiloide (Aβ) e (p)-tau fosforilada detectou eficazmente a patologia Aβ em pacientes com doença de Alzheimer (DA) precoce.

Por que isso importa

  • O líquido cefalorraquidiano (LCR) e biomarcadores de imagem foram usados para detectar com eficácia as patologias Aβ e tau na DA. A detecção de biomarcadores da DA no sangue é difícil, pois suas concentrações são baixas.

  • Um método acessível e barato de detecção de biomarcadores sanguíneos da DA poderia facilitar a implementação generalizada em estudos e tratamentos clínicos.