Indicadores de desfecho de epilepsia após terapia térmica intersticial a laser guiada por ressonância magnética

Princípios

  • A idade no momento da cirurgia e a presença de descargas epileptiformes interictais (interictal epileptiform discharges, IEDs) bilaterais são fatores associados ao desfecho clínico em um ano após a terapia térmica intersticial a laser guiada por ressonância magnética (magnetic resonance-guided laser interstitial thermal therapy, MRgLiTT) de esclerose mesial temporal (EMT) unilateral em pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial (ELTM).

Por que isso importa

  • A MRgLiTT é uma opção de tratamento minimamente invasiva para ELTM, mas pelo menos um terço dos pacientes apresenta recorrência precoce das crises após a cirurgia.

  • A identificação de fatores basais associados ao resultado da MRgLiTT é crucial na determinação de pacientes que podem se beneficiar da cirurgia e para compreender os motivos da falha cirúrgica e decidir outras opções cirúrgicas.