Evidências do mundo real corroboram a combinação da onabotulinumtoxina A com terapia anti-CGRP para enxaqueca

Pesquisadores relatam que, para pacientes com enxaqueca crônica (EC), a combinação de onabotulinumtoxina A e anticorpos monoclonais do peptídeo relacionado com gene de calcitonina (calcitonin gene-related peptide monoclonal antibodies, CGRP MAbs) pode ser eficaz na prevenção da enxaqueca.

“A enxaqueca é uma doença complexa”, disse o Dr. Andrew Blumenfeld do Centro de Cefaleias do Sul da Califórnia [Headache Center of Southern California] em Carlsbad, Califórnia, EUA. “Em muitos pacientes, particularmente aqueles com EC, o uso de uma abordagem monoterapêutica pode não ser bem-sucedido e tratamentos combinados podem ser necessários. Porém, os dados disponíveis sobre o que acontece quando combinamos tratamentos são escassos.”