Relação entre poluição do ar e risco de AVC em pacientes com fibrilação atrial

Princípios

  • Existe relação dose-dependente entre a poluição atmosférica a longo prazo e eventos cerebrovasculares em pacientes com fibrilação atrial (FA).

Por que isso importa

    Diversos estudos comprovaram relações entre material particulado fino de ≤ 2,5 μm (MP2,5) e eventos cardiovasculares, mas estudos sobre a FA têm se concentrado em mudanças de curto prazo na poluição. Compreender a associação de longo prazo da poluição com o risco de AVC pode ter implicações importantes para a política e saúde públicas.