Relação entre o uso de droga antiepiléptica e o risco de SUDEP

Leia este artigo em inglês

Princípios

  • As drogas antiepilépticas (DAE) usadas em monoterapia ou politerapia não causam um aumento do risco de morte súbita e inesperada na epilepsia (sudden unexpected death in epilepsy, SUDEP), mas a politerapia – particularmente com lamotrigina, ácido valproico e levetiracetam – ou monoterapia com levetiracetam foi associada à redução do risco de SUDEP. As estatinas também podem proteger contra SUDEP.

Por que isso importa

    Embora haja uma necessidade urgente de reduzir o risco de SUDEP, dados sobre a contribuição das DAEs são limitados. Compreender a relação entre as DAEs e o risco de SUDEP pode melhorar os resultados clínicos.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.