Biomarcadores de imagem do músculo esquelético na miopatia GNE

Princípios

  • O envolvimento muscular pode ser monitorado e a gravidade da doença determinada de forma não invasiva pelo uso de biomarcadores de ressonância magnética (RM) em pacientes com miopatia associada ao gene GNE.

Por que isso importa

  • A miopatia associada ao gene GNE é uma doença degenerativa rara caracterizada por fraqueza muscular progressiva lenta a moderada, preferencialmente no músculo tibial anterior, com início precoce na idade adulta. Embora não exista nenhum tratamento conhecido, qualquer potencial terapia será provavelmente mais eficaz nos estágios iniciais da doença, que podem ser representados por técnicas de imagem.

  • Biomarcadores de RM podem ser uma ferramenta não invasiva de monitoramento para miopatia associada ao gene GNE, tanto no geral quanto em estudos clínicos que avaliam potenciais terapias para esses pacientes.

A International Medical Press é um fornecedor global de educação médica independente. Sua missão é fornecer aos profissionais de saúde informações médicas confiáveis de alta qualidade, com o objetivo de ajudar a otimizar o tratamento dos pacientes.

A International Medical Press não assume responsabilidade por quaisquer lesões e/ou danos a pessoas ou propriedade decorrentes de negligência ou de outra razão, nem por qualquer uso ou operação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos neste material. Devido aos rápidos avanços nas ciências médicas, a International Medical Press recomenda que seja feita a verificação independente de diagnósticos e dosagens do medicamento. As opiniões expressas não refletem as opiniões da International Medical Press ou do patrocinador. A International Medical Press não assume responsabilidade por qualquer material contido neste documento.