Especialistas recomendam exames de saúde mental para todas as crianças e jovens com epilepsia

Especialistas pedem que todas as crianças e jovens com epilepsia sejam examinados para transtornos de saúde mental, depois de descobrirem taxas de depressão, ansiedade e pensamentos suicidas maiores do que o esperado.

Pesquisadores da Cleveland Clinic e da Universidade Case Western Reserve (Case Western Reserve University), em Cleveland, Ohio, EUA, investigaram a prevalência de sinais de problemas de saúde mental em crianças e jovens com epilepsia e nenhuma comorbidade psiquiátrica estabelecida anteriormente.

Um total de 119 crianças e jovens (idade média de 15,7 anos) que compareceram à uma clínica de epilepsia ou foram submetidos a testes na unidade de monitoramento pediátrico preencheram escalas autorrelatadas validadas para: